Tuesday, 22 de August de 2017

4 lugares, 4 rodas motrizes, é assim o novo Ferrari FF

Publicado por jjoel em Janeiro - 27 - 2011


FF – Ferrari Four, é assim que em Maranello chamam a este novo modelo da Ferrari. Com quatro lugares e tração integral, este design da Pininfarina rompeu um pouco com o estilo mais recente da Ferrari.

Ferrari e família são duas palavras que nem sempre se cruzam, pelo menos na mesma magnitude deste novo Ferrari de quatro lugares. O Ferrari 2012 FF Concept vai leva-lo a você e mais três dos seus entes queridos (e as compras, se necessário) a velocidades nada aconselháveis de até 335 km/h. Embora possa não ser um quatro portas como o Porsche Panamera, seu estilo elegante e refinado dar-lhe uma sensação mais alegre que, certamente, dará nas vistas.

O novo Ferrari 2012 FF apresenta uma série de novas tecnologias para elogiar o seu poder. A Ferrari aposta na sua nova tecnologia all-wheel-drive  no novo FF, que apresenta um peso muito menor que os sistemas convencionais AWD. O FF mantem o sistema ecológico da Ferrari HELE, o qual inclui Start-stop, que melhora a eficiência de combustível e redução das emissões. Um motor V12 de 6,3 litros com 660 cavalos de potência,  um torque de 683Nm ás 6000 rpm é suficiente para alcançar os 100 Km/h em 3,7 segundos.

No interior, este Ferrari Four oferece espaço e conforto para quatro ocupantes e bagageira bastante generosa para um Grande Turismo (GT) deste estilo: 450 litros expansíveis para os 800 graças ao rebatimento dos bancos traseiros.

Fonte : [THECOOLIST*]

Ken Block – Ainda mais maluco nas habilidades

Publicado por Joel Rosado em Janeiro - 20 - 2011

Hans Stuck a pilotar um BMW M3 GTR em Nurburgring

Publicado por jjoel em Julho - 29 - 2009


Laser substitui as velas nos motores

Publicado por Joel Rosado em Julho - 29 - 2009

ford-logo

Desde seu humilde início no século 19, as velas de ignição têm sido um pilar do motor de combustão interna

Uma equipa de Engenheiros da Ford em colaboração com investigadores da Universidade de Liverpool estão a desenvolver um sistema laser para substituir as velhinhas velas de ignição. Este novo sistema visa aumentar a eficiência da ignição, e consequentemente da combustão.

Podendo o raio laser ser dividido em múltiplos focos de ignição, pela sua divisão, este sistema irá permitir uma melhoria na eficiência da queima do combustível, principalmente enquanto o motor está frio, e melhores arranques em condições climáticas mais severas

Neste sistema o Laser é conduzido para os cilindros por fibra óptica e lentes especiais, e segundo os investigadores, irá necessitar menos energia que as tradicionais velas de ignição, e promete reduzir os consumos de combustível, assim como a utilização de combustíveis alternativos, que com este sistema se tornariam eficazes.

Imagem:[AndrewEick via flickr.com]

Fonte:[gas2.org]

Autonomovel, novo conceito de transporte

Publicado por jjoel em Julho - 7 - 2009

autonomovel1

Os designers Mike and Maaike, que se tornaram famosos pelo design do Google G1, deram um abanão no conceito do automóvel com o ATNMBL, ou Autonomobil. Para trás fica a velocidade, o perigo e a condução, sendo substituído pelo conforto, eficiência e baixas velocidades.

A equipa de designers apelidou este veiculo de ” O fim da condução”, e embora tecnicamente ainda não seja possível a sua produção, a audácia do conceito é de louvar, a importância das elevadas performances deixa de fazer sentido num ambiente urbano, onde passamos grande parte do tempo em engarrafamentos, presos no nosso lugar de condutor.

Com a forma de uma casa, janelas panorâmicas, e um sofá envolvente virado para uma janela como lugar dos passageiros, cumpre a sua função:”Não é só chegar ao destino, é chegar usufruindo da viagem como um passeio.

autonomovel2

Os sistemas electrónicos estão embutidos no piso, possui 4 rodas motorizadas electricamente, e as baterias tem a ajuda na recarga de painéis solares colocados no tejadilho. Um painel de multimédia permite aceder a uma forma simples de comando, onde só é possível seleccionar o destino e a forma de lá chegar, com 3 programas:, “Estou com pressa”; “Conduza-me ao destino da forma mais eficiente”; “Quero ir pela paisagem mais bonita”, esta última talvez a mais interessante e dai, a pensar nela, a sua forma panorâmica, a baixa velocidade, e o seu ecran multimédia/entretenimento.

autonomovel3

Mas será que no futuro todos iremos deixar de dar importância à pressa de chegar, como cantava António Variações, fazendo do conforto e eficiência o mais importante? Também penso como Kit Eaton, que foi a minha fonte, acho que Mike and Maaike terão também de reinventar a sociedade, de modo a que se deixe de pensar que tempo é dinheiro, e que ganhe confiança num carro completamente automático, comandado por voz e sem cintos de segurança.

Fonte:[fastcompany]

HijackThis 2.0.5

Publicado por Joel Rosado
Mai-4-2015 I Comentar